Projeto que isenta de tributos a ração bovina é aprovado na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 6380/16, que isenta o Pis/Pasep e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a importação e a receita bruta do comércio doméstico de ração para bovinos e búfalos.

O presidente da ABRALEITE, Sr. Geraldo Borges, diz que todos produtores de leite receberão esta primeira aprovação na citada Comissão de Agricultura com muita positividade e afirma “estaremos firmes, junto aos parlamentares da Comissão de Agricultura e da FPA, para que seja brevemente aprovada nas outras duas comissões e seguir ao Senado para finalização. Esta redução de 9% ajudará na desoneração da cadeia produtiva do leite no Brasil, que tanto pleiteamos ao Governo Federal e que, somada a outras ações de desoneração e qualidade, trará competitividade aos lácteos brasileiros no mercado internacional”.

Relator do projeto na Comissão, o deputado Evair Vieira de Melo (PV-ES) defendeu a proposta . “O benefício reduzirá o custo de produção pecuária e deve repercutir nos preços dos produtos, com efeito positivo sobre o custo de vida da população brasileira, favorecendo o controle inflacionário”, opinou.

O projeto de autoria do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) reduz a incidência dos tributos que pode elevar o preço final do leite e da carne em mais de 9%.

Se aprovado, o projeto vai implicar renúncia fiscal, estimada pela Secretaria da Receita Federal, de R$ 1.018 milhão e R$ 1.034 milhão para os anos de 2017 e 2018, respectivamente.

Para compensar esses valores, o projeto sugere a unificação das alíquotas da contribuição sobre a receita bruta das empresas de ração destinada à Seguridade Social (4,5% e 2,5%), em substituição à contribuição previdenciária patronal.

O texto altera a Lei nº 12.546/11, que cria o Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras (Reintegra), e a Lei nº 10.925/04, que reduz as alíquotas do PIS/Pasep e da Cofins incidentes na importação e na comercialização do mercado interno de fertilizantes e defensivos agropecuários

Tramitação:

A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Dessa forma, o projeto não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo.

Com informações da Agência Câmara Notícias

Categorias: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Canal Rural

Bancada ruralista quer revisão de acordos com Mercosul para tirar produtores da crise

Objetivo dos parlamentares é tentar controlar a importação e a circulação no Brasil de produtos como leite, arroz, trigo e maçã. Confira matéria completa no link do Canal Rural abaixo: http://www.canalrural.com.br/noticias/rural-noticias/bancada-ruralista-quer-revisao-acordos-com-mercosul-para-tirar-produtores-crise-72045

Sem categoria

ABRALEITE E ABCZ SOLICITAM MELHOR DISTRIBUIÇÃO DOS VALORES DA SUBVENÇÃO

Governo diz não ter recurso para seguro de animais. Setor da pecuária pediu um prêmio de R$ 10 milhões e ouviu que o Ministério da Agricultura vai estudar uma alternativa. Confira a matéria completa abaixo Leia mais…

Sem categoria

FELIZ 2018!

Prezados associados, informamos que a partir do dia 02 de janeiro de 2018 a ABRALEITE entrará em recesso, com retorno às atividades no dia 08 de janeiro de 2018. Reiteramos nossos votos de um próspero Leia mais…